Tecnologia

Poliéster PU
É a tecnologia que já conhecemos há anos, que é o padrão mundial, sendo as pranchas fabricadas em blocos de poliuretano (PU) com longarina, laminadas com tecido de fibra de vidro e resina poliéster.

Há anos no mercado, esse sistema continua sendo o mais utilizado pela maioria dos surfistas em todo mundo. O processo de produção é mais rápido e pode ser customizado de diferentes formas, aceita diferentes processos de pintura e acabamento.

Comparando com outras tecnologias esta é a que menos resiste a choques, devido as propriedades da resina poliéster que se assemelha a um “vidro”.

Essa tecnologia é excelente para o dia a dia e tem um ótimo desempenho em todos os tipos e tamanhos de ondas e níveis de surf, desde o iniciante até o competidor.

 



Epoxy EPS

EPS é a sigla internacional de Poliestireno Expandido, mais conhecido no Brasil como Isopor. Este bloco de EPS é shapeado no mesmo sistema de uma prancha convencional e depois é revestido por tecido de fibra de vidro com resina Epoxi.

Pelas características do EPS, que tem em sua composição mais de 90% do volume preenchido de ar, estas pranchas tem uma maior flutuação em comparação a uma prancha de PU, também são mais leves e resistentes e apresentam excelente desempenho dentro da água com um surf veloz e pra frente.

A resina Epoxi também apresenta maior resistência estrutural, o que torna a prancha mais resistente a choques e mais durável, sua manutenção deve ser feita somente com resina Epoxy.

São indicadas para ondas pequenas e médias do dia a dia.

 


 

Combo PU Epoxi
Consiste na utilização de um bloco convencional PU (Poliuretano) revestido com tecido de fibra de vidro e resina Epoxi.

Esta prancha apresenta as características parecidas com uma prancha convencional, porém a utilização da resina Epoxi na laminação atribui uma maior longevidade e flexibilidade, devido a maior resistência estrutural da resina se comparada a resina poliéster.

Possui também maior resistência a choques e permite a confecção de uma prancha leve, resistente e com melhor flexibilidade.

Sua manutenção pode ser feita tanto com resina poliéster quanto Epoxi.